Relazione intermedia sul progetto “Sostegno al personale sanitario di una comunità svantaggiata localizzata nelle zone periferiche della provincia di Sofala”


Qui alcune foto dello stato attuale dei lavori, di seguito la relazione.

Questo slideshow richiede JavaScript.

 

Relatório de médio prazo

 

Nome da organização
 ASES – ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO E SOLIDARIEDADE
Nome do projecto
 Apoio aos profissionais de saúde e a uma comunidade de Saúde desfavorecida e periférica da Província de Sofala
Data da assinatura do contracto   7/07/2015 Orçamento do projecto EUR 66.000
Data de apresentação 30/05/2015 Período de referencia Agosto 2015-Agosto 2016

 

 

SeçCÃo A                             Relatório das actividades

 

1             Síntese das actividades realizadas em ordem cronológico

                (nota: a descrição mais detalhada será exigida na secção 2)

1.1

Mês Plano das actividades Actividades realizadas
Agosto- Setembro

 

 

 

·         Actividades de preparação

 

 

 

 

 

 

  • Identificação dos responsáveis institucionais, ilustração , compartilha e autorização das actividades do Projecto (Dr. Eria, SDSMAS  e Dr. Almija, Administradora   de Muanza).
  • Nova apresentação e autorização por os novos  directores provinciais e locais
Outubro ·         Identificação das famílias participantes e fortalecimento do “comité de saúde”

 

·         Compartilha das actividades do projecto

 

 

  • Identificados os responsáveis locais dos Comitè de saude, as famílias das crianças malnutridas da vila,  e as áreas para o desenvolvimento da horta modelo
  • Contactos e aprofundamentos das actividades do projecto com os chefes locais dos comité de saúde
  • Sensibilização e inicial sumário contacto com as mães das crianças malnutridas a serem envolvidas nas actividades de formação
Janeiro 2016 ·         Construção duma Moradia T2

 

  • Substituição da planta da moradia a ser construída por parte da DPSS
Abril – Junho 2016 ·         Construção duma Moradia T2
  • Abertura do Estaleiro das obras em Muanza
  • Obras executadas de construção de uma moradia :

–  Preliminar

–  Movimento terra

–  Fundação

–  Pavimento

–  Alvaneira

–  Vigas e pilares

 

Percentagem dos trabalhos executados:    44,21 %

 

     

 

 

1.2 Percentagem realizada do projecto :              30 %

1.3  Foram individuados atrasos na realização?:    X Sim  □ Não

Se sim, quantos dias/meses: 7 meses

Razões do atraso:            1) Mudança dos funcionários administrativos locais (administrador de Muanza) e na DPSS ( Director e Chefe dos Investimentos DPSS)

2) Chuvas e inundações nas áreas circundantes rios perto da vila de Muanza e a principal estrada (Dondo – Muanza) permaneceu cortada e intransitável nos meses desde Janeiro até Abril. 

3) A começar do mês de Outubro varias áreas adjacentes às do projecto a da Vila de Muanza foram afectadas por ataques armados.

 

2             Relatório detalhado

 

2.1 A comunidade participa?                     □ Sim    Explicar como:                                                 _____________

x Não    Explicar porque: Embora chefes dos quarteirões e membros locais dos comité de saúde de Muanza tivessem sidos envolvidos no Projecto, os atrasos das actividades determinados por varias razões desviaram eles duma participação activa.

2.2 Existe um envolvimento por parte das autoridades locais?

x Sim     explicar como e qual entidade:  O Director da DPSS, a administradora de Muanza, o chefe distrital da SDSMAS e alguns enfermeiros do CDS1 foram envolvidos respectivamente nas aprovação dos detalhes do projecto, na escolha das áreas pela construção, na identificação das famílias a serem enroladas, nas escolha dos treinadores e do programa de treinamento nutricional.

□ Não     explicar  as razões:                                                                                   

 

2.3 Foram feitos controlos por parte das autoridades locais?

X Sim :    Como e por parte de qual entidade: Um funcionário,  Ângelo Joao Ernesto, director do SDPI- Serviços distrital do Planeamento e Infra-estruturas do distrito de Muanza recebeu  a carga de Fiscal das obras por parte da administradora local.

□ Não     explicar  as razões:                                                                                   

 

 

 

2.4 Breve descrição das actividades realizadas em relação ao cronograma apresentado no documento do projecto, no período analisado.

 

N. Descrição das actividades, dificuldades encontradas e estratégias para supera-las
  O projecto foi aprovado nos meados do mês de Agosto 2015, depois de uma pormenorizada ilustração e compartilha, pelas autoridades provinciais (Dr. Karajanis)e locais(administrador de Muanza dr.Almija). Destituídos estes funcionários no mês de Setembro 2015, o projecto teve que ser novamente apresentado, participado e foi finalmente aprovado só no mês de Dezembro por parte da nova DPSS (dr Chico Farnela Sande) e pela recente administradora de Muanza Admira Filamone.

Desde o mês de Janeiro até Abril 2016 as chuvas causaram inundações nas áreas circundantes rios perto da vila de Muanza e a principal estrada (Dondo – Muanza) permaneceu cortada e intransitável.  Portanto a comunicação com à área da construção e a passagem dos veículos pesados para o transporte do material de construção foi gravemente afectado pela impraticabilidade das vias de acesso.

Enfim a começar do mês de Outubro  2015, com aumento da intensidade nos meses seguintes, varias áreas adjacentes às do projecto da Vila de Muanza foram afectadas por ataques armados perpetrados pelo partido RENAMO. O conflito tem causado pânico na população e desconfiança em geral dos membros representativos da comunidade para participar nas actividades colectivas e publicas.

No entanto, foram informados e activados o comité de saúde, as famílias escolhidas a serem recrutadas no projecto, identificadas as áreas seguras (perto do CDS) para o desenvolvimento da horta modelo e bem avançados os trabalhos para a construção da casa para os trabalhadores de saúde. Actualmente espera-se terminar a construção da moradia o mais breve possível, e de aproveitar da estação seca nos próximos quatro meses para iniciar os trabalhos de formação nutricional, do desenvolvimento da horta modelo e de treinamento nas actividades hortícola.

 

3             Descrição das alterações introduzidas no plano das actividades inicial no período de referência

 

N. Plano inicial das actividades Actividades realizadas Justificação da modificação
  o projecto deveria ter começado com uma participação da comunidade no desenvolvimento da horta hospitalar e simultaneamente com a abertura do estaleiro de obras para a construção da moradia. Acima de tudo os eventos climáticos impediram uma evolução do plano inicial e para além da selecção da famílias enroladas no projecto só parte das actividades de construção foram desenvolvidas. Actualmente prevê-se de terminar à construção da moradia (nos próximos dois meses) e aproveitando da estação seca de iniciar com as mães os trabalhos da organização da horta modelo hospitalar e de formação, nutricional e agrícola em horticultura.

 

 

 

4             Actualização do plano das actividades até a conclusão do projecto

 

Mês Plano das actividades actualizadas
Setembro
  • Apresentação do novo cronograma do projecto aos técnicos do CDS
  • Curso de treinamento em princípios nutricionais pelas mães
  • Actividades de construção da moradia
Outubro
  • Formação em horticultura e desenvolvimento da horta hospitalar
  • Actividades de construção da moradia
Novembro
  • Novo curso  de treinamento nutricional e agrícola pelas mães
  • Desenvolvimento e trabalho na horta modelo
  • Entregue da moradia pelos trabalhadores do CDS 1 de Muanza
Dezembro
  • Plano de desenvolvimento das hortas familiares
  • Treinamento agrícola na horta modelo hospitalar
Janeiro
  • Acompanhamento e supervisão das hortas familiares

 

 

Ocorreram dificuldades imprevistas no projecto?

 

X Sim dar uma explicação : a desvalorização do metical induziu  um pesado aumento dos custos dos materiais para construção e para a organização da horta hospitalar.

□ Não

 

 

5             Anexar fotos do projecto

 

 

 

 

Secção B                Relatório Financeiro (Ver anexo 6 “Relatório financeiro”)

 

1             Tabela de despesas (folha 1 do anexo 6 “Relatório financeiro”)

2              Tabela de resumo dos recibos (folha 2 do anexo 6 “Relatório financeiro”) anexar a copia de todos os recibos

3             Relatório explicativo no caso de alteração do Plano Financeiro

4             Extracto da conta bancária actualizado a data do relatório

                                                                        

 

 

 

Data:     30/Agosto/ 2016                                          Assinatura             :                                                                                            

 

Nome (carimbo) : Secondo SCANAVINO

 

Titulo                  : Presidente – Representante legal